Banner Biblioteca VirtualBanner Movimento Internacional pelos RiosBanner Biomonitoramento


Manuelzão Informa

MANUELZÃO INFORMA

Projeto Manuelzão/UFMG - 21 de abril de 2010 - Número 197


.Destaque da semana.

"Houve um tempo em que o anúncio de investimento de uma mineradora ou siderúrgica enchia de esperança a população de uma cidade. Hoje, causa arrepio"

Paulo Paiva, colunista interino do Estado de Minas

 

.Isidoro.

Começo de conversa?

Na segunda, dia 19, houve uma audiência pública na Câmara Municipal de Belo Horizonte para discutir o Projeto de Lei 820/2009, que trata da Operação Urbana do Isidoro. Essa operação pretende substituir mais de dois milhões de metros quadrados de área verde por uma infraestrutura para o desenvolvimento urbano desta que é a última área preservada de Belo Horizonte. Uma das críticas foi sobre a não realização dos estudos de impacto, obrigatórios em um projeto como esse. A audiência continuará na quinta feira, dia 22. Fonte: Câmara Municipal de BH

 

.Subcomitês.

Avançando

A Bacia do Córrego Bebedouro/Lagoa Central, em Lagoa Santa, vai ganhar um Subcomitê. Esse é um passo importante na luta pela criação do Parque Linear do Córrego Bebedouro, pela revitalização da Lagoa Central e contra a verticalização de sua orla. O seminário de criação do subcomitê vai ser na sexta, dia 23. Um de seus objetivos é promover o debate das diretrizes para o plano diretor da sub-bacia do Bebedouro integrado com o Comitê de Bacia do Velhas. Fonte: Projeto Manuelzão

 

.Preservação.

Braços abertos

 

21 de abril não é apenas o dia de Tiradentes; é também uma boa oportunidade para abraçar a Serra da Moeda. O ato simbólico, que chega ao terceiro ano, faz parte do movimento que busca o tombamento da região, ameaçada pela reativação da mina da Serrinha. Com a mineração, o patrimônio natural, histórico e cultural está em risco. Organizadores do evento ressaltam a existência de espécies que correm o risco de desaparecer mesmo antes de serem estudadas. Fonte: Hoje em dia

 

.Desmatamento.

Dentro da lei? 

Ações do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) já desmataram de forma legal no país uma área equivalente à metade do município de São Paulo. O Governo Federal autorizou o desmate de 730 km² para o avanço de suas obras – projetos de recursos hídricos, usinas hidrelétricas, ferrovias e rodovias – de acordo com levantamento feito pela Folha de S. Paulo. O total devastado inclui áreas na região amazônica, no Cerrado e na Caatinga, inclusive em Áreas de Preservação Permanente, como margens dos rios. Fonte: Folha Online

 

.Serviço.

Lagoa, serra, mata

O Abrace a Serra da Moeda você já anotou na sua agenda. É hoje, quarta, a partir das 10 horas, lá no mirante da Serra. Depois do feriado, dia 22, o Isidoro volta à pauta na Câmara Municipal de BH, a partir das 13 horas. Sexta, 23, acontece o Seminário para criação do Subcomitê do Córrego Bebedouro/Lagoa Central, na Escola Palomar, em Lagoa Santa. Mais informações, no 3409-9818.