Banner BiomonitoramentoBanner Movimento Internacional pelos RiosBanner Descubra


Últimas Notícias

Comunidade se une e salva córrego

A conscientização e a luta começaram com um grupo de proprietários rurais que se uniram em uma associação - Associação dos produtores rurais do Vale do Córrego Machado ( Aprovacom), para defender e salvar o córrego. O resultado foi a promoção da consciência ambiental.

Assessoria

Os córregos e ribeirões desempenharam papel essencial na estruturação das paisagens urbanas e consolidam uma conexão entre seus mais variados usos. Ao longo do tempo, eles se tornaram agentes do desenvolvimento das cidades, pois a população serve-se destas águas. Motivados pela importância desses cursos d’água e inconformados com a possibilidade de degradação do córrego do Machado, em Sete Lagoas, devido ao esgotamento sanitário que seria lançado direto no curso d’água por uma construtora, moradores do Vale do Machado se uniram para mudar o final desta história. A conscientização e a luta começaram com um grupo de proprietários rurais que se uniram em uma associação - Associação dos produtores rurais do Vale do Córrego Machado ( Aprovacom), para defender e salvar o córrego.

 O resultado foi a promoção da consciência ambiental e a restauração de um bem de importância fundamental para a região, a água limpa do córrego. “Temos um patrimônio que será muito importante para a futura geração. A demanda por água é crescente em nosso município e é nossa obrigação preservar esse manancial”, ressaltou Ângelo Pacelli, um dos iniciadores da associação e proprietário de um sítio às margens do Machado.

Leia matéria completa na Revista Manuelzão (edição impressa), nas páginas 20 e 21 ou no site: www.manuelzao.ufmg.br. Comente e compartilhe!

 


Por: Assessoria de comunicação

Publicado em: 02/08/2017