Banner BiomonitoramentoBanner Movimento Internacional pelos RiosBanner Descubra


Educação

Ações concluídas

Dia do Manuelzão na Escola (Foto: acervo do Projeto Manuelzão)
Dia do Manuelzão na Escola (Foto: acervo do Projeto Manuelzão)

Dia do Manuelzão na Escola

Realizado até 2007, o "Dia do Manuelzão na Escola" compreendia atividades do Projeto Manuelzão na escola, com apresentação de vídeos, banners e outras ações interativas. O objetivo do trabalho consistia em sensibilizar professores e alunos para o pertencimento à bacia do rio das Velhas.

Seminários Meta 2010

Os seminários possuíam o objetivo de divulgar a Meta 2010 e mobilizar a sociedade civil, o poder público e a iniciativa privada em prol da revitalização do rio das Velhas. Os seminários, realizados em 2008, foram resultado de uma parceria entre o Projeto Manuelzão e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente de Minas Gerais - SEMAD.

Seminários Saneamento e Cidadania

Esses seminários foram realizados em 2006 pelo Projeto Manuelzão em parceria com a Fundação Estadual do Meio Ambiente - FEAM. Seu objetivo era promover debates sobre gestão de resíduos sólidos, esgotamento Sanitário e drenagem urbana. Os seminários ofereciam informações técnicas e sobre a legislação relativa a cada tema abordado; além disso, eram feitas discussões sobre os problemas e experiências (inclusive as de educação ambiental) dos municípios da bacia do rio das Velhas. Esses eventos eram destinados a professores, estudantes universitários e representantes da sociedade civil, da iniciativa privada e do poder público.

Visita técnica - percepção ambiental da bacia do Arrudas

A atividade consistia na realização de visitas orientadas à calha do ribeirão Arrudas, partindo da região do Calafate até sua foz com o Velhas em Sabará. Eram feitas cinco paradas para observação e estudo nas regiões mais impactadas e em pontos históricos. As visitas tinham o objetivo de sensibilizar os participantes para o pertencimento à bacia do rio das Velhas e possibilitar o acesso a informações histórico-científicas sobre a sub-bacia do Arrudas. Essas visitas eram destinadas a professores, estudantes universitários e representantes da sociedade civil, da iniciativa privada e do poder público. As visitas foram realizadas até 2008.

Visita técnica - percepção ambiental da bacia do Onça

A atividade consistia na realização de visitas orientadas à região do Alto Onça, passando por algumas nascentes em fazendas antigas até a lagoa da Pampulha. Eram feitas quatro paradas para observação e estudo das áreas conservadas e impactadas. As visitas tinham o objetivo de sensibilizar os participantes para o pertencimento à bacia do rio das Velhas e possibilitar o acesso a informações histórico-científicas sobre a sub-bacia do Onça. Essas visitas eram destinadas a professores, estudantes universitários e representantes da sociedade civil, da iniciativa privada e do poder público. As visitas foram realizadas até 2008.

Exposição itinerante

O Projeto Manuelzão realizou exposições de 40 fotos da Expedição Manuelzão desce Rio das Velhas, realizada em 2003. A exposição mostrava as belezas da região e buscavam provocar a sensibilidade dos participantes no que diz respeito à importância de revitalizar a bacia. Essa atividade destinou-se a representantes do poder público e à comunidade escolar da bacia.

Visitas técnicas para professores da rede pública do Alto Rio das Velhas

Em 2004, o Projeto Manuelzão organizou visitas técnicas para os professores de escolas estaduais e municipais da bacia do rio das Velhas nos seguintes locais. As visitas compreenderam as seguintes localidades: Estação de Tratamento de Esgoto Arrudas, Aterro Sanitário de Belo Horizonte/BR-040, Observatório Astronômico da Serra da Piedade e Mineração Rio Verde (MRV) em Nova Lima. Esse conjunto de visitas objetivou fornecer informações técnicas sobre os vários temas/problemas relativos ao Programa de Gestão Ambiental Escolar e à bacia do rio das Velhas. Com a experiência das visitas, os professores tiveram um melhor nível de informação e qualificação, sendo capazes de contextualizar os temas em sala de aula com os seus alunos.

Visitas técnicas por sub-bacias e micro-bacias

No primeiro semestre de 2005, a equipe do Manuelzão Vai à Escola, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, deu início às visitas técnicas aos ribeirões Arrudas, Onça, Cipó e da Mata. O objetivo dessas visitas foi sensibilizar os professores para o pertencimento à bacia do rio das Velhas e possibilitar-lhes acesso aos conhecimentos histórico-científicos da sub-bacia a qual pertencem.
No mês de abril, foram realizadas duas visitas técnicas ao ribeirão Arrudas. Em maio, três visitas ocorreram ao longo do ribeirão da Mata, sendo que cada uma delas atendeu a um conjunto de municípios que pertencem a essa bacia:
- 1ª visita: São José da Lapa, Confins, Pedro Leopoldo, Ribeirão das Neves;
- 2ª visita: Vespasiano, Lagoa Santa e Santa Luzia;
- 3ª visita: Sete Lagoas, Matozinhos, Capim Branco e Esmeraldas.
No início do segundo semestre de 2005, foi realizada uma visita técnica ao ribeirão do Onça no trecho do Alto Onça. Além disso, foi feito um sobrevôo ao longo da calha do ribeirão para orientação dos trabalhos do subcomitê do Onça em parceria com as escolas e com a comunidade.
As visitas técnicas por sub-bacias e micro- bacias buscaram alcançar os seguintes objetivos:
- estimular o participante a se perceber em sua dimensão “micro” de mundo;
- refletir sobre suas interferências locais socioambientais;
- compreender como agir de forma individual e coletiva em busca de uma melhor qualidade de vida.
Essas visitas técnicas beneficiaram os seguintes municípios: Belo Horizonte, Matozinhos, Ribeirão das Neves, São José da Lapa, Confins, Pedro Leopoldo. Foram beneficiados professores de 42 escolas, sendo 24 estaduais e 18 municipais.

Concurso Premiando a Educação

O Projeto Manuelzão acredita que deve haver nas escolas não somente uma reflexão sobre o meio ambiente, mas também projetos que trabalhem, de forma concreta, ações de gestão ambiental. Com o objetivo de incentivar os professores da bacia do rio das Velhas a desenvolver projetos de educação ambiental, o Manuelzão, em parceria com a Secretaria de Educação, realiza o concurso “Premiando a educação ambiental na bacia do rio das Velhas”.

O “Premiando a educação”, que não tem periodicidade definida, teve sua primeira edição em 2001. Desde então, foram contemplados 63 projetos, de 59 escolas. Ao todo, 149 professores e técnicos de educação já participaram das vivências eco-pedagógicas. Além dos professores, foram convidados a participar da vivência representantes das secretarias regionais e municipais de educação.

Professores e diretores das escolas da bacia do rio das Velhas devem ficar sempre atentos para a divulgação do edital do “Premiando a educação ambiental na bacia do Rio das Velhas”.

Para obter mais informações sobre o "Premiando a Educação",  envie uma mensagem para manuelzaovaiaescola@yahoo.com.br.